2021 já chegou

por Elton Rodrigues

La Gallina Ciega (1973), de Antonio Berni


Camaradas, bom dia.

Gostaria de desejar um noite agradável, dentro das possibilidades, para todos.

Que esse momento de "ano novo" seja utilizado como energia que promoverá novos trabalhos, reflexões e ações mais eficientes para um mundo melhor.


Alguns acreditam e defendem a tese que o mundo será regenerado a partir da regeneração individual e, consequentemente, não sei porque, ficam estagnados, incólumes diante das problemáticas sociais que atingem milhões de brasileiros. Talvez, no fundo, julgam que a regeneração surgirá por milagre espiritual. Não, camaradas, esse mundo plural, fraterno, justo tem que ser construído. Ele não surgirá. Ele será construído. E para ser construído muitas estruturas deverão cair, muita poeira será levantada.


Qual funcionário da construção civil, que está com a mão na massa, finaliza a jornada de trabalho limpo e cheiroso? Não estranhem esse levantar de poeira nessa nossa luta. É a realidade concreta da vida.


Por muito tempo, camaradas, recebendo informações de livros, palestrantes e de casas espíritas de forma acrítica acreditamos que um mundo de regeneração surgiria apenas por um esforço mental, individual, como se fosse possível encarnar e viver hermeticamente isolado da sociedade.

E buscando reproduzir essa imagem acabamos tendo uma posição que beira a hipocrisia: tenho que buscar sempre a paz; tenho que respeitar e calar diante da opinião alheia; não posso criticar, etc, etc, etc.


Camaradas, a vida não é um conto de fadas. A vida é repleta de dúvidas, dores, anseios, desejos, impulsos de amor, impulsos de raiva. É isso. Fingir que somos perfeitos - porque isso não passa de um verniz social - não ajuda em nada.


Sejamos verdadeiros. Não tenhamos medo de "dar aquele mergulho íntimo" e perceber o que somos, o que queremos, o que não queremos. Sejamos verdadeiros e lutemos para que todos possam ter o que comer, onde dormir, que possam escolher o que querem fazer hoje e o que querem mudar no amanhã.


Camaradas, é no chão de barro, trabalhando com o povo, que iremos aprender o que é reestruturação coletiva, esquecendo o individualismo, a autopromoção, a vaidade, o orgulho...


Que em 2021 estejamos mais próximos e trabalhando juntos!

E para os que perderam amigos e entes durante o ano: força e vamos à luta também.

O melhor presente para essas pessoas será encontrar um mundo melhor quando retornarem.


Abraços

65 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Desabafo